terça-feira, 1 de dezembro de 2009

.Então, ouça, vê se vem.



Na verdade o que queremos é dilacerar o outro. Dão o nome de desejo a essa comilança toda.


Um comentário:

p. Trv disse...

fascínio do não-acessível!