segunda-feira, 2 de maio de 2011

Falar de amor é forte. Não tinha substituído o meu, e não haveria de fazer.

Poderia ter outras coisas, não amor. Não ia mentir. Odiava mentira. Eu tive uma Antônia. A mais linda e cheirosa e inteligente que pude desejar. Durou pouco, se foi minha não sei, mas fui dela.

LG

4 comentários:

Antônia disse...

O pouco é a relatividade de uma palavra dura usada de forma incoerente talvez.
É pouco o que dura para sempre?
Em algumas horas conseguir se eternizar é MUITO, talvez seja até demais...
Algumas pessoas, afinal, levam anos para deixar suas marcas, outras, nem assim se eternizam.
Então, pergunto:
É POUCO se eternizar em algumas horas, É POUCO?

Anônimo disse...

e posso saber quem é sua Antônia?

Lg. disse...

Não!

underneathitall disse...

kkkkkkkk esse não foi demais Lu!