sábado, 12 de fevereiro de 2011

.Talhei de avanço, em minha história.

Quanto ao isolamento eu até proclamava aos quatro cantos que teria dinheiro, compraria uma biblioteca, uma chácara, arrumaria um James e assim viveria. Com minhas leituras e meus chás. Sem visitas, só família por vezes. Mas o dinheiro não vem. Decepciona-me mais que após conhecer Hilda Hilst descobri que minha idéia não era original. Ela já havia feito isso em uma chácara no interior de SP – Campinas. A única coisa que difere muito da minha casa ideal e a da magnífica (concreta) casa da Hilst é o número de cachorros que vivia nela. Do resto manteria tudo, velha arquitetura, cômodos amplos, simples, simples... Cachorros jamais! James não merece tanto trabalho, muito menos eu tanto barulho, sem contar as babas, os pêlos, aquele cheiro de cachorro que me atordoa.

LG


2 comentários:

Anônimo disse...

Linda! Mesmo sendo chata com os cachorrinhos

Anônimo disse...

http://sobsuspeitas.blogspot.com/2009/02/que-e-ruidosa.html