quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Até você.


Cruzaram-se. Um tanto quanto peculiar não é mesmo? Sabia como agir, continuou o caminho como se nada estivesse acontecido, contudo sua atitude foi de mau grado. Como saber quão necessária era a sua atenção? Poderia precisar daquela pessoa nas noites escuras! Arrependeu-se. Por que não entoou um oi? Ainda se isso custasse, mas até onde sei o ato de cumprimentar ainda não vem com impostos, imaginem como seria...Senhor, acho que vi sua sobrancelha suspender, deve um percentual de sua felicidade ao Estado, ou até, senhor suas pálpebras uniram-se, piscadela está na lista dos cumprimentos de alto teor sexual, queira acompanhar-me. Custava? Cairia os lábios dizer: Oi? Também o receptor mostrou-se frio, caso eu estivesse tido coragem para o tal cumprimento ele poderia ter me esnobado, sua postura já denunciava que cumprimentos, naquela situação, são só para pessoas de extrema importância. Quero mesmo é que se arda com pessoas de extrema importância. Na verdade não queria que se ardesse com ninguém. Falando em arder lembrei de você sem roupa. Esses poetas, escritores, filósofos e a patota dão pena. Vivem curtas horas de gozo e depois contentam-se com as lembranças, mesmo assim lembro: da roupa que era pouca, depois já não era, da respiração que era certa, depois já não era e das coisas que fizeram a luz se apagar.


TEXTO: LG

FOTO:

Pedro Moreira

8 comentários:

Anônimo disse...

Meu Deus. Isso aqui me deixa confusa, isso sempre me deixa confusa.

Anônimo disse...

Te vi na biblioteca hoje, fazia tempo que não tinha tão boa visão. Esse texto está ótimo, começou sereno e no final eu já estava pegando gelo. Não sei porque me surpreendo com você, tudo que faz é plausível. Adoro-te.

Bia disse...

Ai que lindo! Estou sabendo que você vai fazer aula de Lingua portuguesa a noite é verdade? Como conseguiu? Como eu faço pra também entrar?

loulou disse...

Diz que era assim mesmo, nem olhava nos olhos.

Racks disse...

Ler vc já faz parte da minha rotina...

DOce disse...

mal posso esperar...
Te pego na proxima noite!
Amor é oque sinto por vc!

Anônimo disse...

Lindo!

Esse foi realmente muito bom!
Contudo seus escritos ficariam mto mais sedutores se os estruturasse de maneira engenhosamente vaga,deixando o interlocutor apreender SEU significado construindo um castelo de imagens,sons e toques. . .!!

Anônimo disse...

Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos..
Assinado: "A Espôntanea".