domingo, 21 de junho de 2009

.Aparência.

É preciso a saudade para eu sentir
como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida.
Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te.

3 comentários:

Doce disse...

Eu estou mais em você do que imagina!

V disse...

Bonito!!

Elza disse...

Belo!, a saudade ultimamente tem estado tão dentro de mim, que ja nem fecho os olhos para sentila, basta respirar.


Estou tentando voltar para este mundo, afinal bloggar é tão bom!
bjins