terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

.Três pessoas e uma frase.

Você deveria ter feito alguma coisa para me ter. Ou me deter.

Young, F.

Poderia ter feito o que é de costume, o que vemos por ai. Poder-me-ia ter afastado e quem sabe um dia voltar ao normal.
Esse quem sabe um dia é um tanto amedrontador, como aquela estória da saudade (a saudade passa), realmente, como já disse outrora, na minha casa ela chega e se acomoda, faz dias que não coloca a cabeça para fora, acostumou-se em ficar sentadinha ao meu lado, parece até que me tem ou me detem.
Fiquei sabendo esses dias de um caso (e que isso não soe como fofoca), que o antigo morador de um prédio vizinho ao meu estava vendendo sua estante de livros, nunca havia visto essas pessoas antes, refiro-me ao morador e a pessoa que me contou o fato, enfim a pessoa que vou chamar aqui de Laura (porque na correria de explicar tudo o que aconteceu com ela eu não descobri seu nome) disse consternada que estava saindo de um apartamento naquele instante, pois lá esteve para ver alguns livros que estavam à venda e se surpreendeu com o vendedor, com seus discos, com seu jeito particular de ser.
A consternação ficou pelo fato da moça não levar a estante completa, ela só queria alguns volumes e isso fez com que o dono do universo interessante se manifestasse de maneiras diversas, ela na euforia não me contou se as manifestações foram boas ou ruins, mas disse ser estranhas.
Laura ficou com os livros que o dono da estante mais gostava e com aqueles que ele demonstrava imenso apego, quanto aos outros, ela já tinha volumes idênticos.
A moça em um desabafo resumiu que esperava e espera que o dono do fabuloso mundo saiba classificar bem sua estante, alguns preferem o tema amor, outros o sexo, outros apenas belos contos de amizade, ainda tem aqueles que procuram bem no cantinho o último exemplar do Carpinejar...e acredite, tem até os que gostam do tipo Renaissance Culinaire onde aprendem a fazer deliciosos pratos em panelas de pressão.
Espero que para ter uma parte eu não tenha que comprar a estante.

lg

5 comentários:

Anônimo disse...

"eu ja queria cavucar meu interior, fisico e psiquico, minha alma, meus karmas, meus ectoplasmas, para que ela, aqui dentro, coubesse toda."

mais uma da fernanda young...

Rafa disse...

Vou fazer um comentário tosco mas é que ele me veio a memória..."eu quis dizer você não quis escutar!" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Pra bom entendedor, tanto bate até que fura.

Anônimo disse...

Eu entendi perfeitamente, só estou morrendo de curiosidade para saber se é baseado em fatos reais não tão reias assim, me entende?

Anônimo disse...

Tudo é fato real, depende da sua concepção, o resto está no texto.

Doce disse...

o texto é real..olha só esta aí pra todo mundo ver!
Estante de livros...existem as pencas, pena que ainda sejam pouco visitadas.
Sabemos que existem milhares de histórias esperando o momento de serem contadas...apreciadas.
Escritoras tbém....estes existem de monte.
E eu ja tenho a minha preferida!