segunda-feira, 27 de agosto de 2007

O vento vai dizer lento o que virá...


Para sair do costumeiro que seja em pequenas doses. De shorts Jeans e musicalidade todos constroem seus imaginários. Aqueles que ainda trazem consigo uma nota, a cor da pele guardado na memória e lembranças daqueles dias de outrora, é porque sabe que a música não acabou. Talvez no canto daquela poltrona ainda esteja alguém esperando para ser tirada para dançar, o momento pode ser errado, mas o relógio insiste em fazer trabalhar os ponteiros.
lg

4 comentários:

Bea disse...

E o que seria de mim?

Agente social 20 disse...

Dança dos gestos sonoros
o ruído dos olhos,por espreitar
suplico,reflito,imploro
mostre-se com a face que mais lhe agradar!
fantasie poetisas,dramaturgas e antropólogas!
tudo o que de recalcado quiser sublimar. . .

Pedro Pan disse...

, uma hora, ou outra o relógio diz a hora certa de tirá-la pra dançar...
, beijos meus.

Doce disse...

tempo..tempo..tempo!
pra vc e por vc pra sempre!
EU TE AMO!