sábado, 26 de janeiro de 2008

Eu devolveria o bilhete!


"A morte é desesperadora. A morte é o fim das leituras, o fim das viagens, o fim do amor, o fim do sexo, o fim da música, o fim de tudo. Todavia, é ótimo que haja morte. Nós temos de assumir nossa mortalidade. Quanto mais assumirmos isso, mais poderemos degustar a vida.
Se houvesse vida após a morte, eu seria condenado à eternidade? Ao que parece sim, embora isso não seja necessário. Mas se fosse eterno, isto é, se minha vida pós-morte implicasse uma duração infinita no tempo, eu mais perderia do ganharia. Ora, eu não escolho nascer, mas posso escolher me matar. Se fosse eterno não teria essa liberdade."

Agnaldo Pavão

Um comentário:

Camila disse...

Pavão e suas aulas de filosofia, melhor as aulas do que as notas da prova, isso pra mim né, porque a senhorita foi até chamada a frente hehehe. Adoro você lu, ativou minha lembrança agora.