quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

.Corcovado.


E eu que era triste
Descrente deste mundo
Ao encontrar você eu conheci
O que é felicidade meu amor

Tom Jobim


Um comentário:

DOce disse...

E neste corcovado que eu subo sem escadas e deslizo por entre as formas, aiii as formas!
EU QUERO TUDO E + um pouco ;*
EU TE AMO! e o seu bom gosto me fascina.