sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Minha Menina e a Menina Dela.


Pois o amor sempre vem daquele outro lugar, da outra metade. A irremediável necessidade de um dia ser alguém em totalidade veio agora bater-lhe a porta, não chegou de forma brusca, não apanhou apenas de toalha e não trouxe cobranças, veio na figura de alguém feliz, travou um discurso lírico e comprovou todos os laços afetivos. Afinal para ela ser mãe não é simplesmente existir, é ser um emaranhado de sentimentos tão profundos e sinceros que não tolera limites.

Conte comigo.

lg

8 comentários:

Anônimo disse...

Deus, não sei o que significa tudo isso, mas é emocionante.

MEU INSANO MUNDO disse...

è um dom divino, uma porção de sentimentos proteção, é deixar de pensar no que se sente e respeitar a opinião de quem se ama, e um amor incodicional, brusco e devorador, protetor e acolherdor, é aquela pessoa que te ve ir embora mas que deixa a porta aberta sempre esperando um retorno, idependente se demoro minutos horas ou anos, e mesmo que nunca se volte a porta sempre está aberta. è um amor divino de doação que não esperada nada em troca nunca e que ao ver o sorriso se felicidade de uma forma avassaladora e que sabe o que se sente.
È saber ver olhares e risos sem muitas palavras, entender o silencio e sempre estar perto, idependente se quer que esteja ou não.
Incondiocional e maternal, o dom divido de ser assim: Mãe.

Ra disse...

Isso sim é uma declaração de amor.

Ra disse...

felicidade a você e a sua outra metade.

as20 disse...

A minha ama-de-leite Guilhermina
Furtava as moedas que o Doutor me dava.
Sinhá-Mocinha, minha mãe, ralhava...
Via naquilo a minha própria ruína!


Minha ama, então, hipócrita, afetava
Susceptibilidades de menina:
"- Não, não fora ela -" E maldizia a sina,
Que ela absolutamente não furtava.


Vejo, entretanto, agora, em minha cama,
Que a mim somente cabe o furto feito...
Tu só furtaste a moeda, o ouro que brilha...


Furtaste a moeda só, mas eu, minha ama,
Eu furtei mais, porque furtei o peito
Que dava leite para a tua filha!

as20 disse...

Ricordanza della mia gioventú

Doce disse...

E é exatamente assim...
As coisas acontecem na nossa vida de forma inesperada e sempre no começo nunca sabemos exatamente como lidar com o novo.
Na verdade pra mim esta sendo uma nova situação e às vezes me desespero.
Mas o bom é que logo me vem a sensatez, o equilibrio e daí eu percebo o quanto a minha vida é ótima, o quanto eu tenho de amor a minha volta e o quanto você é importante na minha vida.
Obrigada por todo amor, dedicação e companheirismo.
O dia vai amanhecer e tudo voltara a ser claro e leve como sempre foi.
Ao amor da minha vida todo o meu agradecimento.
EU TE AMO PRA SEMPRE!

Mariliza Silva disse...

Sonho com o dia de ver minha filha carregando em seus braças sua filha. Aí sim, estará completa minha sina!

Beijos

Mariliza