sexta-feira, 1 de junho de 2007

Das antigas.


Vem...não vem...
Tem um grande prestígio emocional:
Vem toda cheia de alma e de abandono
Vem...vem pra não deixar mal.
Vem...não vem...
Passa um tempo e eu penso na flor...
Voa uma folha morta, e eu penso em mim.
Vem...não vem...
E essa frase ingênua esvoaça no ar...
Desfolhada como um malmequer.
Vem...não vem...vem...
A tarde desce a mão cansada de dizer adeus e você nada...
E continua a pobre prece:
Que seria de mim, se a flor não viesse?
lg

8 comentários:

Trovão disse...

Não sei pq ainda me impressiono com vc...qdo disse qua ia "dar o que falar", referi-me a coisas estrondorosas que sei que aconteceriam por aqui...

pois vc não consegue fazer nada no silencio...nem ,toda cheia de alma e abandono...pois abandonar-se no próprio eu não seria - uma pobre prece; não seria abandono...

não no seu caso.
caso único.

*ainda bem......

.................... disse...

Vem...não vem.....
sempre a espera de alguma coisa, sempre cultivando suas flores, sempre surpreendendo á seus amores, sempre deixando espectativas a todos, fazendo muitos esperarem que sejam a eles a quem vc se refere, quando isso somente sai do subto incosciente e nunca se direciona á ninguem.... vem.... não vem.... e assim é vc, indescritivel Luana a quem sem dúvidas alguma caracterizei como "violentamente doce", algo que me arrebatou e que luto sem subsidios nenhum para simplesmente esquecer.... assim é vc....

.................. disse...

"SIMPLESMENTE LUANA"

Pri disse...

me encontro em cada um de seus poemas... me vejo neles... posso senti-los...
voce transforma sentimentos em palavras...isso faz com que sejam verdadeiros...
a sua arte é, inexplicavelmente, bela...

Henrique disse...

Lindo, sútil e sublime. Adorei :)
Eu escrevo algumas besteiras as vezes, mas nada que faça muito sentido, bem coisas jogadas da minha cabeça mesmo. Mas vou parar por aqui pq não tem comparação nenhuma. Vou entrar sempre, mais um fã :) bjo

Doce disse...

Vem...não vem...vem...
como se eu tivesse escolha de não ir...impossível! eu já estou aí...
meu sentimento...minha alma está com vc o tempo todo, assim grudando em vc morrendo de medo que me escape entro os dedos....
por isso que quando estou aqui...oque está comigo é somente o corpo sem alma alguma porque esta ja tem o seu endereço, porque um dia a levei até vc e nunca mais tive vontade e nem coragem de tirá-la de perto.
Pra ser feliz...só se tiver com vc!
TE AMO por completo!
Tudo por vc!

Agente Social 20 disse...

-"Violentamente Doce", "Simplismente Luana". . .

Sabe,por outrora, diante do que escrevem aqueles que lêêm na dor fria da verdade,e,parecem ir ter com seu altivo encéfalo absconso(que constringe idéias que em muito agudecem minha pueril sensibilidade ao belo!)com frequência ,ou ao menos a conhecem, vc parece encantar menina!! Mas seria esse seu canto,
mágia ou pranto,que tbm expressam suas palavras??!! palavras que por contingência atingiram minhas janelas famintas dessa luz... Por outro lado, papai, meu superego materializado,ensinou-me a duvidar de TUDO aquilo que me escapa.
Quem sabe um dia, nas esquinas londrinenses,não curemos nossas dúvidas quanto ao desconhecido????

Agente Social 20 disse...

^^ ^^