quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

...e, eu, rio abaixo, rio a fora, rio a dentro — o rio.

FOTO: Hilton Pozza


"A gente imaginava nele, quando se comia uma comida mais gostosa; assim como, no gasalhado da noite, no desamparo dessas noites de muita chuva, fria, forte, nosso pai só com a mão e uma cabaça para ir esvaziando a canoa da água do temporal".

GUIMARÃES ROSA

3 comentários:

Anônimo disse...

aiii..isso soi!

marcelo disse...

É depressivo.

Gustavinho disse...

ME EMPRESTA LARANJA MECÂNICA? TUDO ISSO ME LEMBROU O FILME. EU GOSTO. EMPRESTA?